quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013


28 pessoas que viviam como escravas são encontradas em fazenda de erva-mate no Paranár

  • Divulgação/MPT
    Mulher mostra mão ferida após ser resgatada
    Mulher mostra mão ferida após ser resgatada
Uma operação conjunta da Polícia Federal (PF), Ministério Público do Trabalho (MPT) e Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) libertou na última segunda-feira (25) 28 pessoas que estavam em situação análoga à escravidão numa fazenda em Inácio Martins (200 km a oeste de Curitiba). Ninguém foi preso.
Segundo a PF, os trabalhadores e filhos pequenos viviam em situação degradante, sem quaisquer condições de higiene, alimentação precária e nenhuma assistência médica em meio à mata nativa, onde faziam o corte de erva-mate.
"Soubemos do caso porque um trabalhador fugiu e relatou a situação. Na operação, vimos que o relato era verdadeiro. Nos alojamentos, faltava comida e não havia leite para as crianças. A comida era, basicamente, biju (mistura de farinha de mandioca com sal). Para enganar a fome, o empregador dava cachaça ao pessoal", informa Maurício de Brito Todeschini, delegado da PF em Guarapuava (255 km de Curitiba).

Dívida com o empregador

"Além disso, todos os trabalhadores tinham dívidas com o empregador. É o esquema usual nesses casos, em que se cobra pela comida e por alojamentos. Dessa forma, o trabalhador está sempre devendo, fica impedido e nem sequer tem dinheiro para sair dali. Fica configurado o regime de escravidão", diz o delegado.
Em audiências que serão realizadas na tarde desta quarta-feira (27), o MPT irá confirmar quem era o responsável legal pelos trabalhadores. Os proprietários da fazenda e o contratante irão responder pelo crime de Redução à Condição Análoga à de Escravo, que prevê pena de dois a oito anos de prisão.

Copa Verão começa neste fim de semana

O evento conta com o apoio da Prefeitura de João Pessoa através da Secretaria de Juventude, Esporte e Recreação
Internet
Beach Soccer
A Federação Paraibana de Beach Soccer - FPBS – confirmou para o próximo sábado (2), a rodada de abertura da Copa Verão de 2013 que será disputada na arena oficial da entidade, nas areias da praia do Cabo Branco em frente ao Sesc Hotelaria e Corpo de Bombeiros. O evento conta com o apoio da Prefeitura de João Pessoa através da Secretaria de Juventude, Esporte e Recreação (Sejer).
 De acordo com a tabela que foi divulgada pelo presidente da FPBS, Ailton Cavalcante, a primeira rodada começa no sábado com três partidas:  1º - jogo às 14h45,  Serviçal x Palmeiras,  2º - jogo às 15h45, Bairro 13 Futebol Clube/Jacaraú x Vitoria e 3º - jogo às 16h45,  Seleção de Mamanguape x Pitimbu Fênix. A rodada será encerrada no domingo, com o jogo entre Gama/Menino Jesus x Palhoça Marisol, a partir das 9h45.
Ainda esta semana, Ailton Cavalcanti vai divulgar a tabela completa da primeira fase da Copa Verão de Beach Soccer, que deverá se estender até o final do mês de março. O torneio serve de preparação para o Campeonato Paraibano de 2013 que este ano deverá ter um número significativo de clubes, em função do crescimento do esporte no litoral paraibano. “ Nós estamos acreditando que esse será mais um grande evento e que vãos contribuir com o crescimento desse esporte. Com certeza vamos ter um aumento no número de equipes na disputa oficial, pois o beach soccer tem conquistado a cada dia o seu quadro de adeptos”, disse Ailton Cavalcante presidente da FPBS.
O secretário de esportes de João Pessoa, Sérgio Meira, destaca a importância da parceria entre a Sejer e a Federação Paraibana de Beach Soccer neste início de temporada. “ Estamos iniciando a gestão do prefeito Luciano Cartaxo querendo também fazer o melhor pelo esporte de João Pessoa, como é o desejo dele. Com o beach soccer estamos numa parceria que com certeza vai fortalecer ainda mais o esporte da capital paraibana, a partir da realização dessa Copa Verão”.

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013


Moradores do Rangel interditam avenida em protesto pela morte de estudante atropelada



Vídeo do resgate da estudante atropelada



 



 Com pneus e móveis queimados, os moradores interditaram desde o início da manhã desta quarta-feira (20), a avenida 14 Julho no bairro do Rangel, em João Pessoa. O protesto é contra o atropelamento de seis pessoas por um carro do Governo do Estado na tarde desta terça-feira (19). A estudante Geycianne Camilo, uma das vítimas do acidente, morreu nesta madrugada no Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena.
A parada de ônibus, onde o acidente aconteceu, foi quebrada e um carro de som também foi usado no protesto. De acordo com o líder do movimento, padre Cordeiro, o protesto tem o objetivo de chamar a atenção da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de João Pessoa (Semob). Uma comissão formada pelos moradores pede uma audiência com o superintende da Sembob para reivindicar a instalação de uma lombada eletrônica na avenida 14 de Julho e na avenida 2 de Fevereiro.
“O objetivo é chamar a atenção das autoridades. Não podemos aceitar a morte de uma jovem que tinha acabado de sair do seu primeiro dia de trabalho e iria pegar o ônibus para ir para casa. A lombada eletrônica é uma reivindicação antiga dos moradores. O ano passado já aconteceu uma reunião com a Semob, mas não foi feito”, protestou.
A Semob esteve no local e o trânsito estava sendo desviado pela rua Sousa Rangel.
A morte da adolescente foi confirmada pelo boletim médico do Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa. Ela veio a óbito por volta de 01h21 desta quarta-feira (20). Segundo informações do Serviço Social da unidade, a garota teve uma das pernas amputadas tendo seu quadro de saúde agravado. 


quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Corrupção pesou na renuncia do Papa Bento XVI


Dom Aldo diz que denúncias de corrupção pesaram na renúncia de Bento XVI


O arcebispo da Paraíba, Dom Aldo Pagotto, avalia que exatamente há um ano outros fatos pesaram para renúncia do Papa Bento XVI anunciada na segunda-feira (10), como o caso de corrupção no Banco do Vaticano, seguido pelo descobrimento de que o próprio mordomo, havia roubado documentos que expunham a corrupção na Igreja. 


"Isso colaborou para aumentar a fragilidade seguido do sentimento de impotência. Foi muito grave", disse Pagotto, que abriu nesta quarta-feira a Quaresma com a celebração da missa de Quarta-feira de Cinzas, na Catedral de Nossa Senhora das Neves, em João Pessoa. Para ele, a decisão de Bento XVI revela humildade e desapego ao cargo. "Ele não tinha condições de continuar", disse o arcebispo.
O porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi, disse que "a renúncia foi uma mensagem à Cúria, mas também a todos nós", segundo o site L'Osservatore Romano. No meio da crise, as notícias que chegam aos jornais no mundo informam que o papa também não conseguiu impor sua decisão de investigar e punir os bispos que acobertaram os casos de pedofilia. Uma entrevista publicada no site National Catholic Reporter, com sede nos Estados Unidos informava, na sexta-feira (8), que o número de vítimas de padres pedófilos pode passar de 100 mil somente entre os fieis americanos.
"O assunto teria sido tratado em reunião de cúpula no Vaticano, poucos dias antes do anúncio da renúncia do papa", diz o site. Entre as informações citadas nesse encontro, segundo a publicação, estariam o valor devido pela igreja em indenizações para essas vítimas de US$ 2 bilhões, a maioria em acertos feitos com as famílias. O valor, no entanto, seria incalculável revela artigo no site Observatório da Imprensa.
Na missa, o arcebispo citou a renúncia apenas como um ato de responsabilidade e humildade, mas aproveitou também para falar sobre o sentido do jejum, esmola e oração numa perspectiva mais ampla e social. " Vivemos numa crise de valores espirituais e humanos. Poucos querem se privar numa sociedade de supérfluos, mas o sentido é retomar o desenvolvimento do espírito altruísta", disse Pagotto.
Para ele, a crise de desemprego na Europa e os testes nucleares da Coréia do Norte revelam o momento da falta de critérios e valores referenciais. "Ao invés de vivenciarmos a evolução, inclusive tecnológica, observamos cada vez mais a rivalidade entre grupos de poder", disse o arcebispo.

domingo, 10 de fevereiro de 2013


Após aborto, casal enterra feto em curral e diz que indicação foi do hospital




Após uma denúncia anônima, policiais militares da cidade de Aparecida, no Sertão da Paraíba, encontraram um feto enterrado em um curral localizado no Assentamento Acauã, neste sábado (09).

O casal Danielle Leandro Pereira e Gildivan Cláudio de Sousa alegou para a polícia, que 
enterrou o feto no local, após indicação de um funcionário do hospital onde a mãe teria 
abortado naturalmente o bebê. O caso foi encaminhado à Delegacia para investigação.

Danielle, que estava com sete meses de gestação, disse que foi ao Hospital Materno Infantil 
e teve um aborto espontâneo. A criança era do sexo masculino. 


Comerciante é preso após abusar sexualmente de adolescente evangélica em CG



O comerciante José Correia de França da Silva, 42 anos, foi preso na noite deste sábado 
(09), após ser denunciado por uma família evangélica em Campina Grande, por abusar 
sexualmente de uma adolescente, 12 anos.
A menina disse à polícia, que havia ido ao mercadinho do acusado para comprar suco, no entanto, quando ela estava escolhendo o produto, José Correia teria lhe agarrado por trás, lhe dado umas mordidas e apalpado suas nádegas.
Ainda segundo a vítima, o comerciante só a teria soltado, quando ela conseguiu lhe dar um ‘chute’. Ao chegar em casa, a menina contou o fato para a família, que prontamente, acionou as autoridades policiais.
José Correia foi localizado tentando se esconder na casa de amigos no Bairro Três Irmãos. Ele foi detido e encaminhado à Central de Polícia, onde permanece recolhido.

Acompanhe matéria completa sobre o caso na reportagem de Márcio Rangel no Programa Correio Verdade da Tv Correio nesta segunda-feira (11).

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

ESSE GOSTA DE DANÇAR

Neymar faz dancinha do há lelek lek lek lek lek passinho do volante

Durante o show do Santos em cima do São paulo Neymar faz dancinha em comemoração de mais um golaço.

Explosivo é retirado de segurança de carro forte; PC vai investigar caso

Um segurança de um carro forte foi abandonado na entrada da Usina São João no município de Santa Rita após ser seqüestrado quando estava abastecendo os caixas do Hospital Universitário de João Pessoa (HU), na manhã desta segunda-feira (4).

Grupo de Ações Táticas da Polícia Militar (Gate) e Corpo de Bombeiros conseguiram retirar o artefato da vítima e acionaram três detonações. Segundo Anderson Poddis, o explosivo foi detonado para garantir a segurança.

A informação repassada pelo motorista é que sua família foi mantida refém desde noite de domingo (3). Ele foi obrigado a trabalhar normalmente na empresa que presta serviço. Quando estavam abastecendo os caixas do HU, bandidos com a mesma farda da empresa tomaram o veículo e levaram o motorista com carro forte.

Na entrada da Usina São João ele foi abandonado e conseguiu pegar uma carona até a PRF com uma possível bomba na cintura. O veículo foi explodido pelos bandidos.

O motorista trabalha na empresa Preserve e ainda não teve o nome divulgado. A empresa também não informou a quantidade roubada pelos bandidos após a explosão.





 





quinta-feira, 31 de janeiro de 2013


CASAL MANTEM FILHO VIVO
BOMBEANDO SACO
RESSUSCITADOR 24 horas AO DIA


Eles ficaram com as mãos deformadas após anos pressionando dispositivo.
"Nunca pensei em desistir", disse Fu Minzu, pai do jovem tetraplégico.

Casal mantem filho vivo bombeando saco ressuscitador (Foto: STR / AFP)
Após sua história ganhar a mídia e gerar polêmica na China, um casal vai finalmente receber ajuda depois de manter o filho vivo por anos bombeando um saco ressuscitador 24 horas por dia, sete dias por semana, na província de Zhejiang. Fu Xuepeng, que trabalhava como mecânico, ficou tetraplégico aos 23 anos em março de 2006, após sofrer um acidente de carro.
Desde então, sua mãe, Wang Lanqin, e pai, Fu Minzu, se revezam pressionando o dispositivo para ajudar o filho a respirar, já que o casal não pode arcar com os custos de uma internação hospitalar.
As mãos deles chegaram a ficar deformadas depois de dois anos bombeando, segundo informações da mídia estatal. O trabalho só foi aliviado depois que eles construíram um ventilador mecânico caseiro com a ajuda de parentes.
O problema é que a máquina consumia muita energia e acrescia à conta de luz cerca de 5 a 6 yuan por dia, caso permanecesse ligada 24 horas. Para minimizar os custos, o casal manteve a respiração do filho com o saco ressuscitador durante o dia e só ligava a máquina durante a noite.
Mãos do casal ficaram deformadas após dois anos bombeando saco ressuscitador (Foto: STR / AFP)
A história do casal acabou amplamente divulgada pela imprensa chinesa, o que provocou uma enxurrada de doações ao casal, fazendo também com que um hospital local anunciasse  ajuda.
Em entrevista ao jornal “China Daily”, o pai Fu Minzu afirmou que “nem por um segundo” pensou em desistir. "Nenhum pai desiste de seu filho, enquanto há uma pequena chance dele viver", disse o agricultor de 67 anos.
Embora o jovem esteja com os movimentos paralisados do pescoço para baixo, ele está consciente. "Muitas pessoas, incluindo funcionários do governo, ofereceram ajuda desde que um jornal publicou a nossa história. Médicos vêm realizando consultas, mas sem uma boa notícia", disse o jovem, que consegue falar com grande esforço, por um curto período de tempo.
Fu Xuepeng afirmou ainda que gostaria de passar por uma operação, mesmo que houvesse apenas 1% de chance de sucesso. "Não sei se terei uma chance nesta vida de pagar de volta aos meus pais o que eles fizeram por mim", afirmou.

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013


Armado, assaltante de casas de veraneio do litoral paraibano exibe poder de fogo no face

No celular de Adersy Fausto Teixeira Junior, 18 anos, a polícia encontrou mensagens informando a movimentação da polícia

Os policiais da 2ª Companhia de Polícia Militar Independente, sediada em Mamanguape, Litoral Norte paraibano, prenderam dois jovens acusados de praticar assaltos a casas de veraneio, na praia Baía de Traição, na mesma região. No celular de Adersy Fausto Teixeira Junior, 18 anos, foram encontradas fotos dele armado que seriam postadas no facebook e mensagens informando a movimentação da polícia.

De acordo com o comandante da 2ª CPMI, capitão Alberto Filho, três viaturas estavam realizando rondas preventivas na praia, nesta terça-feira (29), quando receberam a informação de moradores através do 190 de que Adersy Fausto e Alex de Araújo Venâncio, estavam no quintal de uma residência.
Foto encontrada no celular do acusado
Foto: Foto encontrada no celular do acusado
Créditos: Divulgação / PM
“Quando a gente recebeu a denúncia, três viaturas foram para os fundos da residência indicada pelos moradores que ouviram barulho na porta. A Rádio Patrulha e mais duas cercaram o local e surpreendemos os acusados no quintal. Foi feita a abordagem e o Adersy Fausto tentou esconder a arma debaixo de uma pedra. Quando fomos olhar o celular de um deles, além de fotos se exibindo com arma de fogo, tinha mensagens dos comparsas avisando todo o percurso feito pelas viaturas”, comentou o capitão informando que eles foram presos com um revólver calibre 38 e 6 munições.
Segundo o policial, eles são acusados de vários roubos a residências e suspeitos de integraram uma quadrilha de assaltos a residências. Alguns criminosos estão presos.
A dupla foi encaminhada para a Delegacia de Mamanguape e deverá se encaminhada para a cadeia pública da cidade.


“Vi o Belo fazer muitas coisas erradas”, diz ex-segurança

O ex-funcionário acusou o cantor de ser irresponsável e negligenciar o pagamento mensal pelos serviços de seus empregados


Belo

O cantor Belo está sendo alvo de mais uma polêmica. Acontece que um dos seus seguranças, Celso Cardoso, resolveu recorrer à Justiça para garantir o recebimento de salários atrasados. Além disso, o funcionário não hesitou em tecer diversas críticas à conduta do pagodeiro. 
Em entrevista a um site carioca, o segurança contou que viu o cantor “fazendo um monte de coisas erradas”, mas que ainda assim continuou servindo ao artista, em nome do respeito e admiração que nutria pelo artista. “Trabalhei com Belo por 11 anos, e o vi fazendo um monte de coisas erradas. Não fui só segurança, não. Fui pai, irmão e amigo. Estive com ele nos piores momentos da vida dele, mas batia no peito com orgulho para dizer que era amigo dele e seguia em frente”, declarou. 
O segurança de Belo contou ainda que o cantor sustentava uma dívida de R$ 20 mil, mas com a demora do pagamento, a quantia hoje soma R$ 100 mil. Celso Cardoso revelou ainda que não pagar dívidas é uma atitude tomada constantemente por Belo. “Não cumpre seus deveres, suas responsabilidades. Deve a todo mundo. Quem trabalha com ele, quando sai, vai direto na Justiça para processá-lo”, disparou o segurança, logo após comparar o ex-patrão ao escritor Monteiro Lobato. “O Belo é primo do Monteiro Lobato, é o maior contador de historias que conheço”, ironizou.

Polícia encontra 78 celulares, 216 facas e espetos e até um Playstation no Róger




O secretário de Administração Penitenciária da Paraíba, Walber Virgulino, divulgou nesta quarta-feira (30), o saldo da operação pente fino realizada no Presídio do Roger, em João Pessoa, após a rebelião na última segunda (28), que resultou na morte de um detento e 17 feridos. Entre os objetos apreendidos estão um vídeo game playstation, 58 dvd´s e um rádio portátil.

Durante coletiva, o secretário revelou que ainda foram encontrados 78 celulares e 100 carregadores, 71 facas peixeiras, 145 espetos artesanais e 48 trouxas de uma substância semelhante à maconha e comprimidos alucinógenos.

Walber Virgulino disse que a inspeção ocorreu nos seis pavilhões da unidade prisional. Virgulo comentou que operações serão realizadas com frequências para coibir a criminalidade dentro do presídio.

O secretário confirmou a abertura de inquérito administrativo e policial para investigar a possível participação de agentes penitenciários na facilitação do acesso de presos a objetos ilícitos.

Virgulino informou que 10 detentos do Roger foram identificados como responsáveis pela rebelião, sendo que 5 deles já estão na Penitenciária de Segurança Máxima Romeu Abrantes, conhecida como PB1.

Atualmente, o Presídio do Roger tem capacidade para 500 apenados, mas abriga cerca de 1.050 detentos.







terça-feira, 29 de janeiro de 2013

QUE REVOLTANTE CRIANÇA SENDO TATUADA VEJA O VÍDEO

https://www.youtube.com/watch?v=FESNuq78mPw



Detento morto em rebelião atirou em rival diante das câmeras da TV Correio



O detento Aricleny Silva da Costa, 25 anos, que morreu vítima de arma de fogo, durante rebelião ocorrida nesta segunda-feira (28), no Presídio do Roger, em João Pessoa, foi o homem que efetuou disparos contra o rival diante as câmeras da TV Correio.

O crime ocorreu em março de 2012, na calçada de um bar no bairro Jardim Veneza, na Capital. De acordo com familiares, o presidiário estava na unidade desde o ano passado após ser preso por policiais civis e militares do 5º BPM, dentro de uma vila, pela tentativa de homicídio e por porte ilegal de arma.

O vídeo, que ganhou proporções mundiais, mostra Aricleny Silva disparando contra Rodrigo Ferreira da Silva, que foi baleado com três tiros, mas sobreviveu.

Á época, ao ser preso, Aricleny confessou o crime e disse que efetuou os disparos após um confronto entre ele e a vítima na saída de uma danceteria no bairro de Mandacaru, na Capital.





PRF prende três chineses com carga de mercadoria falsa em João Pessoa


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) na Paraíba apreendeu cerca 200 kg de mercadorias contrabandeadas em João Pessoa, na segunda-feira (29). De acordo com a PRF, três chineses foram pegos receptando na rodoviária da capital várias caixas contendo 6.600 óculos e três fardos de roupas, que possivelmente são produtos falsificados. O material apreendido e os três chineses foram encaminhados para a Delegacia de Defraudações de João Pessoa.

De acordo com o delegado de defraudações, Gustavo Carletto, os três chineses pegos com a mercadoria contrabandeada moram em João Pessoa, mas apenas um deles apresentou documentação. Tiveram informações de que essa quadrilha está trazendo mercadorias de São Paulo. Assim que essa mercadoria desembarcou na rodoviária, foi feita a prisão deles. As pessoas ainda não conseguimos identificar, devido ao fato de serem de origem chinesa e não falarem português, explicou.

Ainda de acordo com o Gustavo Carletto, os chineses apresentaram um nota fiscal no momento da apreensão da mercadoria. Segundo ele, a nota seria falsa e usada apenas como um meio de transportar a carga sem maiores problemas. Gira em torno de 202 kg de mercadoria, entre óculos e camisas. Todo material tem nota fiscal, mas que provavelmente é de locais que não tenham procedência. A nota fiscal seria apenas para realizar o transporte, comentou o delegado de defraudações de João Pessoa.

Os chineses pegos com a susposta mercadoria falsa serão autuados por receptação qualificada, conforme informou Gustavo Carletto. A Polícia Civil também deverá checar a situação dos três chineses, uma vez que há suspeitas de que os três estejam de maneira ilegal no Brasil.

segunda-feira, 28 de janeiro de 2013


Incêndio de circo em Niterói completa 50 anos


O então presidente da República João Goulart, o Jango, (primeiro à esqueda na foto) chorou quando visitou as vítimas da tragédia em Niterói






Perito encontra faca e peças íntimas de ator assassinado sujas de sangue em terreno baldio




Uma faca e peças íntimas do ator José Ismar Eugênio Pompeu, 42 anos, que foi encontrado morto dentro do próprio apartamento na noite deste domingo (27), em João Pessoa, foram localizadas em um terreno baldio ao lado do residencial onde a vítima morava.  A informação é do perito judicial pernambucano, Geovani Santana, amigo da família do ator.
“A faca que foi encontrada no terreno não pertencia ao Ismar. Duas peças íntimas do ator foram jogadas após o crime”, disse Geovani Santana.
O perito, que teve acesso a parte interna do imóvel, revelou que digitais do suposto assassino foram deixadas pelos cômodos do apartamento. “Quando entrei no local, constatou-se que vários objetos estavam sujos de sangue. O banheiro estava molhado como se tivesse sido usado pelo acusado depois do crime. Pegadas com sangue tinham pelo apartamento, inclusive, em direção a porta de saída. Latas de cervejas e copos também continham pigmentos de sangue”.
De acordo com a delegada Julia Walesca de Sá, "no decorrer das investigações, vamos saber o que caracterizou o assassinato. Se foi homofobia ou latrocínio".  A Polícia Civil disse que vários objetos da vítima foram roubados do local e o apartamento estava parcialmente revirado. Uma investigação inicial no apartamento apontou que o imóvel não tinha sinais de arrombamento. O companheiro da vítima foi ouvido e liberado.
Faca encontrada no terreno
Foto: Faca encontrada no terreno
Créditos: Divulgação
Segundo informações de Alessandro Thê, amigo pessoal do ator, foram solicitadas as imagens do circuito interno de câmeras de uma casa e concessionária de veículos localizadas nas imediações do residencial.
Entidade pede Justiça
O presidente do Movimento do Espírito Lilás (MEL), Luciano Bezerra, protocolou nesta segunda-feira (28), na Secretaria de Segurança Pública do Estado um ofício pedindo celeridade nas investigações e pleiteando uma audiência para tratar sobre os crimes homofóbicos cometidos na Paraíba. “Não podemos deixar que este crime fique impune. Só no ano passado, 27 homossexuais foram mortos na Paraíba e nenhuma elucidação”.
Artistas Lamentam morte
O vereador de João Pessoa e militante cultural, Fuba, ressaltou as qualidades artísticas do ator e disse que a morte de Ismar representa uma grande perda para a classe. “Ismar era um ator formidável. De um talento ímpar. Temos que lamentar a partida prematura dele e cobrar rigor nas investigações.
O ator Edilson Alves, amigo pessoal de Ismar há mais de 20 anos, relembrou os momentos alegres vividos ao lado do ator e o ingresso do artista no mundo circense.” Eu tive o privilégio de ter sido o primeiro artista da cidade a ensiná-lo essa coisa do palhaço. Fizemos vários show.  Foi meu parceiro em grandes caminhadas. A morte abre uma lacuna enorme no meio da animação infantil, na classe artista e no rosto’.
Para o teatrólogo Sebastião Formiga, que conviveu mais 18 anos com o ator pernambucano, a partida trágica de Ismar simboliza o fim de um guerreiro que lutou por uma hegemonia cultural no Estado. “ Ismar vai deixar uma lacuna grande. Ele era um guerreiro tão lutador, tão batalhador para construir a hegemonia cultural. Tinha um talento para unir a trupe, trazer a turma para o picadeiro. Espero que o grito de alertar de ismar possa ecoar nos ouvidos das autoridades”.
Natural de Pernambuco, José Ismar estrelou diversos papéis no teatro paraibano. Um de seus trabalhos mais conhecido é o ‘Palhaço Pirulito’. Ele também participou da última edição da ‘Paixão de Cristo’ de João Pessoa.
Velório e sepultamento
O corpo de Ismar Pompeu foi velado durante à tarde desta segunda-feira (27), no Teatro Lima Penante, no Centro da Capital. Familiares, artistas e amigos participaram do evento fúnebre e cobraram justiça. Discursos e desabafos emocionantes foram feitos durante a cerimônia.
O corpo segue para Pernambuco onde ocorre o sepultamento.




Criança de 3 anos sendo tatuada gera revolta na internet


A mulher que fala em espanhol no vídeo teria sido gravado em Havana, em Cuba

video


Uma mulher teria levado uma criança de cerca de 3 anos de idade, para ser tatuado em um estúdio. Em um vídeo divulgado na internet, a mulher segura a criança que chora e tanta escapar das agulhadas.
A mulher que fala em espanhol no vídeo teria sido gravado em Havana, em Cuba, afirmou o jornal “Sun”.

Vídeos mostram atendimento de pedreiro morto em ação policial




Dois vídeos feitos por testemunhas mostram a ação da Polícia Militar e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) durante o atendimento do pedreiro que morreu durante uma ação policial. A primeira gravação traz imagens dos policiais tentando conter o homem que se debatia no chão e pediu socorro. Na segunda, socorristas tentavam reanimar o homem que já estava desacordado (veja no vídeo ao lado).
Marco Antônio Clarinda, de 48 anos, morreu na noite de sexta-feira (25), durante uma ação policial. Segundo os PMs que atenderam a ocorrência, ele andava em zigue-zague e em alta velocidade na marginal da Via Expressa, na Grande Florianópolis. O pedreiro não teria obedecido aos pedidos para parar. Uma barreira foi montada, depois de oito quilômetros de perseguição, mas o homem não parou.
Os policiais atiraram contra o carro, que só parou depois de bater em um muro. Já na viatura, o homem teria se debatido e os policiais pararam o veículo, quando o pedreiro tentou fugir. Para conter o detido, os policiais utilizaram uma arma de eletrochoque, conhecida como taser. Mesmo assim, ele teria continuado a se debater, por isso, o Samu foi acionado.
Em nota divulgada no domingo (27), o Comando-Geral da Polícia Militar afirma que será instaurado um inquérito Policial Militar. O objetivo é verificar se o uso da força e de armas não letais, como a de eletrochoque, ocorreram dentro dos padrões exigidos pela doutrina da corporação e pela lei.Segundo o boletim de ocorrência, os socorristas do Samu aplicaram uma dose de tranquilizante. Como o homem continuava agitado, uma segunda dose foi aplicada. A Polícia Militar diz que ele passou mal e morreu ali mesmo. Já o Samu afirma que o homem teve uma parada cardíaca na delegacia. Os socorristas teriam aplicado uma injeção para reanimá-lo e o pedreiro morreu depois de ter outra parada cardíaca, quando era conduzido para o hospital.
O mesmo texto descreve que as seringas, a arma e a viatura utilizadas foram apreendidas e serão analisadas durante as investigações. "As ações investigativas das Polícias Judiciárias Civil e Militar fornecerão os indícios que serão encaminhados ao Poder Judiciário, cabendo somente a este último a decisão final sobre a existência de responsabilidade ou não diante do caso em tela. Portanto, toda e qualquer ilação prematura visando determinar a causa-mortis, nesta fase inicial da apuração, não será endossada pela Corporação policial militar", ressaltou a nota oficial.
O pedreiro foi enterrado neste domingo (27), em Tubarão, no Sul de Santa Catarina. O laudo do Instituto Médico Legal indica que são necessários novos exames para determinar a causa da morte. O resultado final deve ficar pronto em até 30 dias.



Acidente entre duas motos deixa três feridos em Jaguaribe


Um acidente envolvendo duas motos na noite deste domingo (27) deixou três pessoas feridas no bairro de Jaguaribe.

Everton, 28 anos, conduzia uma moto Twister em alta velocidade na Maximiano Machado, sentido Vasco da Gama, quando colidiu de frente com a moto XTZ conduzida por Valter Wagner Correia.

Na colisão, Giovaneide Venâncio da Silva, 20 anos, grávida de alguns meses, caminhava na rua quando foi atingida pela Twister.

As três vitimas foram socorridas em ambulâncias do Samu e Resgate do corpo de Bombeiros, para o Hospital de Emergência e trauma Senador Humberto Lucena.